Passeio de Maria Fumaça é uma viagem no tempo

Muitas pessoas são simplesmente apaixonadas por locomotivas a vapor. Principal meio de transporte de cargas e passageiros durante muito tempo no país, hoje as locomotivas estão cada vez mais raras. Mas na cidade de Campinas (SP) ainda é possível fazer um gostoso passeio de “Maria Fumaça” em vagões históricos restaurados.

O trajeto é feito em um trecho desativado da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro. O trem sai da Estação Anhumas, em Campinas, percorrendo 48 km até a cidade de Jaguariúna (SP). A Maria Fumaça faz um caminho que passa por belas paisagens, entre fazendas que pertenceram a barões do café.

Na trajetória do passeio estão estações como a de Tanquinhos e Carlos Gomes. Para quem sai de Campinas, a parada final é na Estação Ferroviária de Jaguariúna, que em junho foi tombada como patrimônio histórico estadual pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo).

O local tem importância histórica e material: funcionou como terminal para o primeiro trecho da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, inaugurado em 1875. O prédio, erguido em 1945 tem características neocoloniais.

O passeio e a preservação das máquinas é realizado pela Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF, fundada em 1977 pelo francês Patrick Henri Ferdinand Dollinger. A associação reúne interessados no restauro e preservação da história das ferrovias brasileiras.

Em sua primeira ação, a ABPF criou uma campanha nacional para impedir o sucateamento de locomotivas a vapor. “Sua segunda grande ação foi conseguir um ramal desativado para colocar este material. Depois de um levantamento de trechos desativados no Estado de São Paulo, Patrick optou pela antiga linha tronco da Cia. Mogiana, entre Anhumas (Campinas) e Jaguariúna recém desativado”, informa o site da associação.

O passeio é realizado com uma locomotiva Alco CP 905, da Cia. Paulista de Estradas de Ferro, fabricada em 1958 e que marcou a época da transição da tração a vapor para a então moderna tração a diesel. Ainda de acordo com a ABPF, a locomotiva foi completamente recuperada e restaurada com as cores originais da ferrovia, trabalhando em conjunto com as locomotivas a vapor nos trens maiores, para economizar água.

A Maria Fumaça de Campinas e suas estações já foram utilizadas diversas vezes como cenário para gravação de novelas históricas da Globo, como Terra Nostra e Cabocla. Os passeios ocorrem nos finais de semana. Mais informações podem ser encontradas no site da ABPF. De Campinas, as saídas acontecem na estação Anhumas, que fica na Av. Dr. Antônio Duarte da Conceição, 1501.

Imagem: Felipe Micaroni Lalli CC-By-SA