Conheça um pouco mais sobre a história de Campinas

Neste dia 14 de julho de 2016 Campinas completa 242 anos. A cidade, hoje considerada um dos principais polos de tecnologia do País, tem em sua história uma relação forte com a agricultura da cana-de-açúcar e a cafeeira.

Campinas nasceu na primeira metade do século XVIII, então como o "Bairro Rural do Mato Grosso", pertencente à Vila de Jundiaí. O local ficava às margens de uma trilha que seguia em direção às recém-descobertas minas dos Goiases. A trilha havia sido aberta por paulistas do Planalto de Piratininga, entre 1672 e 1730.

O bairro rural teve início com a instalação de um pouso de tropeiros, chamado pouso das “Campinas do Mato Grosso”. Esta parada dos tropeiros impulsionou o desenvolvimento de diversas atividades de abastecimento e provocou maior concentração populacional no bairro. O espaço atraiu fazendeiros de locais como Itu, Taubaté e Porto Feliz, entre outras cidades, que buscavam terras para suas lavouras de cana e engenhos de açúcar.

Essa movimentação impulsionou a transformação do bairro rural em Freguesia de Nossa Senhora da Conceição das Campinas do Mato Grosso (1774); depois, em Vila de São Carlos (1797), e, finalmente, em 1842, na cidade de Campinas. Depois, os cafezais se desenvolveram no interior das fazendas de cana, favorecendo o crescimento da cidade. Já na segunda metade do século XVIII, Campinas passou por uma modernização dos meios de transporte, de produção e de vida.

Com a crise cafeeira de 1930 a cidade assumiu sua nova vocação para a área industrial e de serviços. De acordo com a Prefeitura , em 1938 “Campinas recebeu do "Plano Prestes Maia" um amplo conjunto de ações voltado a reordenar suas vocações urbanas, sempre na perspectiva de impulsionar velhos e novos talentos, como o de polo tecnológico do interior do Estado de São Paulo”.

Nas décadas de 1930 e 1940 a cidade recebeu muitos migrantes e imigrantes de diversas regiões do País e do mundo. Eles vieram atraídos pelas instalações de novas fábricas, pelo setor agroindustrial e por estabelecimentos de prestação de serviços.

A expansão da cidade ainda contou com o impulso dado pela instalação das rodovias Anhanguera (1948), Bandeirantes (1979) e Santos Dumont (década de 1980). Hoje, Campinas ocupa uma área de 801 km² e conta com uma população de mais de 1 milhão de habitantes, distribuída pela cidade e pelos seus seis distritos (Joaquim Egídio, Sousas, Barão Geraldo, Nova Aparecida, Campo Grande e Ouro Verde).

Imagem: Felipe Micaroni Lalli CC-By-SA