Como se prevenir do coronavírus em condomínios

Prevenção do Coronavírus

Muito se fala sobre a grande repercussão da pandemia do novo coronavírus (COVID-19) ao redor do mundo e, segundo as recomendações do Governo do Estado de São Paulo e a Organização Mundial da Saúde (OMS), é preciso que as pessoas nas próximas semanas trabalhem em casa, crianças não deverão ir para escolas, eventos públicos sejam cancelados ou adiados e que idosos fiquem reclusos.

Por isso, os condomínios (de casas e prédios) deverão tomar medidas internas para auxiliar no controle e avanço da doença, pensando sempre no bem-estar de seus moradores e de quem trabalha dentro dos condomínios (como porteiros, equipe de limpeza e manutenção).

Toda informação é bem vinda, e é por isso que a Rede Provectum selecionou alguns cuidados que os síndicos e moradores deverão ter durante este tempo em que todo cuidado é essencial para evitar que o coronavírus se espalhe. Confira abaixo:

Prevenção ao coronavírus nos condomínios:

Orientações para os síndicos

  • Evitar a locação de espaços como salão de festas, churrasqueiras e outros ambientes para eventos fechados (aniversários, celebrações, por exemplo);
  • Não realizar reuniões e assembleias;
  • Dê orientações e assistência aos funcionários do condomínio para assegurar também a saúde deles;

Orientações para os moradores

  • Sempre que chegar em casa depois de ir à algum local público, lavar as mãos;
  • Evitar a circulação nas áreas comuns dos condomínios;
  • Limpar maçanetas das portas de entrada com álcool

Como identificar o coronavírus?

De acordo com o site do Governo de São Paulo, o coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China. Provoca a doença chamada de coronavírus (COVID-19).
Os principais sintomas do coronavírus são: tosse, febre alta e dificuldade para respirar. Quem apresentar os sintomas, deve procurar o serviço de saúde mais próximo, como um Pronto Atendimento, para análise inicial. Se o quadro for compatível, o serviço de saúde deverá seguir o fluxo estabelecido pela Secretaria de Estado da Saúde.

A Rede Provectum espera que todos possam se adequar da melhor forma para que o contágio não se espalhe mais, preservando, assim, a saúde de todos.