O que é necessário para abrir um comércio?

Quem tem vontade de ter o próprio comércio sabe: para realizar o sonho, é necessário passar por todas as partes burocráticas. Afinal, é necessário legalizar a empresa e ter todos os documentos em dia para futuramente não tenha problemas. Para te ajudar a realizar este sonho, o ideal é a contratação de um contador, pois ele vai te orientar com o registro, alvará de funcionamento e todos os papéis necessários para abrir a empresa.

Quais são as etapas necessárias?

O empreendedor deve descrever em seu contrato social todas as atividades do negócio, assim, se elas se encaixarem no Simples Nacional (regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às Microempresas e Empresas de pequeno porte), você paga menos impostos. E se tiver mais de um dono, é necessário também escrever as responsabilidades de cada sócio. 

Ao abrir um comércio é preciso do Registro de Junta Comercial, que funciona como a certidão de nascimento da empresa, além de tirar o CNPJ, número de registro que toda empresa formalizada tem na Receita Federal. Se a sua empresa compra e vende produtos, é necessário fazer a inscrição estadual, feita na Secretaria da Fazenda do seu estado.

Escolha do ponto

Quando todos os documentos já estiverem no processo de ficarem prontos, chegou a hora de escolher o ponto! Afinal, ele é grande ajudante para que o seu comércio se torne um sucesso. O empreendedor precisa ir atrás de informações pertinentes, como: quantas pessoas passam em frente ao local durante o dia e a noite também, qual público será atingido e quais são os seus concorrentes.

É importante também visitar o local durante dias e horários diferentes, 

Para conseguir estas informações, não existe segredo: visite o espaço em horários e dias diferentes, incluindo finais de semana, e veja se ele atende suas necessidades antes de fechar o contrato.

Alvará de Funcionamento

Depois da escolha do ponto, chegou a hora de fazer a solicitação do alvará de funcionamento, que deve ser feito na prefeitura, sendo esta a carta branca para o seu comércio começar a funcionar. Ao todo existem quatro variações de alvará de funcionamento, pois vai depender da atividade da empresa. Conheça elas:  

  • Auto de Licença de Funcionamento Condicionado (ALF-C): em casos de edificações ainda irregulares ou inscritas no Cadastro Informativo Municipal.;
  • Alvará de Funcionamento de Local de Reunião (ALF): para estabelecimento como bares, restaurantes, cinemas, por exemplo, que tenham capacidade de lotação igual ou superior a 250 pessoas;
  • Alvará de Autorização para Eventos Públicos e Temporários: para locais onde ocorre eventos públicos e temporários para mais de 250 pessoas
  • Auto de Licença de Funcionamento (ALF): vale para imóveis não residenciais, com instalação de atividades comerciais, industriais ou de serviços;

E agora?

Chegou o tão esperado momento: abrir o seu negócio! Ainda tem muito o que fazer, como por exemplo, a decoração do local, instalação de equipamentos de segurança e para as atividades, bem como pequenos detalhes que variam do tipo de comércio que você escolheu empreender. 

E se tem mais dúvidas em relação do que é necessário fazer para abrir um negócio, você pode entrar em contato com a Rede Provectum, a imobiliária que mais cresce no Brasil, para ajudarmos a realizar o seu sonho!