Imobiliária em Campinas

Banco financia móveis em até 60 vezes

em: Provectum

Com plantas cada vez me­nores, o investimento em móveis planejados é a alter­nativa encontrada por con­sumidores na hora de mobi­liar o apartamento novo.
Os gastos mínimos com essa etapa representam 10% do valor do imóvel e podem ser parcelados em até 60 vezes nos bancos. Os juros variam de 1,98% a 3,80%.
Nas lojas, é possível fazer parcelamentos de até 12 ve­zes, no caso do valor à vista, ou de até 36 vezes, com juros médios de 3,19%, nas fi­nanceiras parceiras das lojas. O dinheiro pode ser usado na construção, na reforma, na compra dos eletrodomés­ticos ou na decoração.
O Itaú fornece crédito de até R$ 300 mil a seus clien­tes. Também voltado para os correntistas, o Banco do Bra­sil disponibiliza o valor má­ximo de R$ 50 mil. Já o Bra­desco, libera até 70% do va­lor do imóvel para clientes.
Para conseguir o financia­mento com a Caixa Econômi­ca Federal, não é preciso ter conta no banco. O valor-base emprestado é de R$ 30 mil.
Na compra dos móveis nas lojas conveniadas, a Losan­go, instituição financeira do HSBC, não limita o valor. No caso dos eletrodomésticos, o máximo é de R$ 20 mil.
Nas lojas credenciadas ou diretamente no banco, o Santander empresta de acor­do com a renda do cliente.
O economista, Miguel de Oliveira, vice-presidente da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças), ressalta a importância de "pesquisar no mercado" a melhor opção para o bolso.
Segundo Pierre Stauffeg­ger, presidente do Sindimov (Sindicato da Indústria do Mobiliário de São Paulo), nos últimos anos, os móveis fica­ram mais caros.

Comentários:

Busca

Newsletter

Seu e-mail

Arquivo

Twitter Youtube Flickr Facebook