Imobiliária em Campinas

Valinhos ganha unidade da Rede Provectum

em: Provectum

Filial começa forte, com mais de 500 imóveis cadastrados

Provectum cria departamento para profissionais do exterior

em: Provectum

Novo departamento da imobiliária oferecerá serviços de recepção a estrangeiros, assessoria para acomodação temporária, busca por imóvel e muito mais!

Abuse das cores na primavera

em: Dicas

Essa é a estação da renovação: conheça os tipos de tintas que existem no mercado e dê um toque especial à sua casa! (foto: Dicas de Decoração)

Valorização do mercado imobiliário: agora, é a vez do interior!

em: Provectum
O mercado de imóveis no interior de São Paulo está passando por uma valorização. Valores dignos de capitais e grandes metrópoles são observados na região. Com isso, cada vez mais pessoas são atraídas (novos moradores ou investidores) para essa região que ganha destaque no setor imobiliário. A região metropolitana de São Paulo sofre diariamente com o custo de vida elevado, os problemas de deslocamento e, não menos importante, a queda drástica na qualidade de vida.  Esses novos negócios e as mudanças de empresas que atuavam na capital para o interior geram, consequentemente, novas oportunidades de emprego para a população. Hoje, o estado de São Paulo conta com diversos centros urbanos além da capital, como Campinas, Sorocaba, Indaiatuba, Ribeirão Preto, Salto, Itu e outros municípios. E é para muitos destes lugares que estão migrando as maiores multinacionais, numa tentativa de fugir de um mercado saturado e, por consequência, ruim para pesquisa de campo. "O interior paulista é o maior mercado consumidor do Brasil, responsável por mais de 15% do PIB do país e com renda per capita maior que a média nacional" – é o que diz Rodolfo Scamilla, diretor presidente da Total Construtora S/A. Com essa migração de empresas, aumenta a quantidade de pessoas buscando por imóveis na região, pois acabam transferindo e instalando-se próximo ao novo local de trabalho. Por isso, essa é uma oportunidade de ouro para os interessados em investir em imóveis no interior! A expectativa é grande para um crescimento e movimentação de capital ainda maiores para o mercado imobiliário (principalmente regional), com a chegada de muitos novos investidores e uma mão de obra especializada. E tudo isso num futuro cada vez mais próximo de nós!

Casa sustentável: abuse dessa ideia!

em: Provectum

A palavra sustentabilidade está na boca do povo: todo mundo quer ser ou ter uma atitude sustentável. Porém, será que as pessoas sabem qual é o significado correto desse conceito?

O termo foi utilizado pela primeira vez pela ex-primeira ministra da Noruega, Gro Brundtland, em 1987. Ela publicou um pequeno livro chamado “Our Common Future” que relacionava meio ambiente com progresso. De acordo com a norueguesa, "Desenvolvimento sustentável significa suprir as necessidades do presente sem afetar a habilidade das gerações futuras de suprirem as próprias necessidades". A ideia é ter crescimento econômico sem prejudicar o meio ambiente e a vida em sociedade.

E você pode fazer parte desse jeito de pensar e agir com atitudes simples. Nós daremos uma ajudinha!  A partir de agora, veja algumas dicas de como ter uma casa mais sustentável!

• Seja bem-vindo sol!

Deixe o sol entrar na sua casa! A luz natural ajuda a economizar energia elétrica e deixa o imóvel mais agradável. Dica: persianas e cortinas claras deixam o cômodo mais iluminado e o ambiente mais leve e aconchegante.

• Use e reutilize a água

Alguns especialistas afirmam que dentro de 25 anos mais de dois bilhões de pessoas não terão água potável para suprir necessidades básicas. Por isso, é importante economizar esse recurso e sempre que puder reutilizar. Atitudes simples como lavar roupa e usar a mesma água para lavar o quintal já ajuda nessa economia. Tomar um banho rápido, fechar a torneira quando escovar os dentes ou quando ensaboar a louça também vale para um consumo de água consciente.
 
• Ecobags: na moda sempre!

A discussão sobre a proibição das sacolinhas plásticas é bem polêmica. Para se ter uma ideia do prejuízo que ela causa ao meio ambiente, basta saber que demora quase 300 anos para se decompor. A dica é trocar o material pelas ecobags. O interessante é que já existem vários modelos de sacolas recicláveis para todos os estilos.

• Use lâmpadas de LED

As lâmpadas de LED têm custo maior, porém elas duram mais que as convencionais. Além disso, economizam energia. Ponto positivo!

Outra vantagem é que elas não interferem na iluminação do ambiente. Uma dica para quem prefere a cor das lâmpadas incandescentes: já existem modelos em LED com essas características.

• Selo Procel

Esse selo foi criado para orientar os consumidores na hora de comprar eletrônicos e eletrodomésticos. Ele indica os produtos que apresentam os melhores níveis de economia de energia. Por isso, ao comprar uma nova geladeira, por exemplo, procure esse selo. É uma ótima dica para não esvaziar o seu bolso e cuidar do meio ambiente.

• Invista em energia solar

As placas solares têm alto custo, mas pode ser um bom investimento a longo prazo. Segundo especialistas, você pode gastar 30% a menos com a energia solar do que com a elétrica. Os resultados da economia começam a ser vistos após dois anos da instalação.
Gostou das dicas? Se tiver mais alguma sugestão ecológica, publique um comentário no nosso blog!

Busca

Newsletter

Seu e-mail

Arquivo

Facebook

Twitter

Twitter Youtube Flickr Facebook