Imobiliária em Campinas

Reaquecimento do mercado incentiva compra de imóvel para alugar a terceiros

em: Provectum

O reaquecimento do mercado imobiliário paulistano chama a atenção para a possibilidade de comprar imóveis residenciais para alugar.

Especialistas ouvidos pela Folha consideram esse tipo de investimento ideal para quem tem perfil conservador.

Isso porque sua rentabilidade é baixa em comparação com outros fundos --enquanto o aluguel residencial rende, em média, 0,6% do valor do imóvel, a renda fixa atinge 0,8% do capital.

"Comprar para alugar é indicado para quem busca segurança e valorização do patrimônio", afirma Reinaldo Monteiro, professor de finanças do Insper (ex-Ibmec).

Ele destaca que esse não é um negócio indicado para quem pode precisar usar
o dinheiro que será investido na compra.

"O investidor deve estar interessado em complementar a renda", acrescenta.
Bolívar Godinho, professor de finanças da FIA (Fundação Instituto de Administração), ressalta que comprar para alugar só é interessante porque o mercado está aquecido, o que diminui o risco de ficar com o imóvel vazio por muito tempo.

PATRIMÔNIO
A compra na planta aumenta a chance de lucrar após a construção.

O bem se valoriza de 20% a 30% desde o início das obras até a entrega das chaves. Mas o comprador deve ponderar que, durante cerca de 24 meses, manterá o dinheiro imobilizado na construção.

Uma alternativa é investir em um imóvel usado -quando se consegue um valor abaixo do de mercado. É um investimento difícil de ser feito por leigos, por isso exige consultoria profissional.

"Conhecer as características da região de interesse é um dos fatores que evita riscos", aconselha Godinho.

Para quem já tem o dinheiro em mãos, a compra é mais vantajosa, pois permite barganhar por melhores preços. Mas, se o investidor tiver necessidade de financiamento, o negócio se complica.

Para Roseli Hernandes, diretora comercial da imobiliária Lello, o primeiro passo é calcular o gasto total. "É preciso comparar o aluguel a ser recebido com as despesas embutidas no financiamento: valor da parcela, juros, despesas com reforma e outras tarifas", diz.

Seguro-fiança para aluguéis bate recorde e gira R$ 106 milhões

em: Provectum


















O seguro de fiança locatícia, usado como garantia na locação de imóveis, movimentou R$ 106 milhões em prêmios nos primeiros oito meses do ano, recorde para o período e expansão de 4% na comparação com igual período de 2009. O volume já é maior que o movimentado em todo o ano de 2007, quando esse seguro girou R$ 97 milhões, segundo estudo elaborado pelo consultor
Luiz Roberto Castiglione com base nos dados da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

Nos últimos dez anos, o mercado de seguro finança locatícia aumentou de tamanho em 28 vezes. Os prêmios passaram de R$ 6,2 milhões em 2000 para R$175 milhões em 2009, segundo Castiglione. A previsão para este ano é que o mercado movimente ao menos R$ 180 milhões.

Esse tipo de apólice vem ganhando espaço no mercado de aluguéis, principalmente na capital paulista, mas ainda perde de longe para o tradicional fiador. Na cidade de São Paulo, o seguro fiança está em segundo lugar e responde por 27% dos alugueis, ante 21% há 12 meses. O fiador tem 48%, segundo dados do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (Creci-SP) citados no estudo do consultor. No interior, o seguro responde por 11,6% e no litoral do estado, por 15%.

O mercado de seguro de fiança locatícia é dominado pela Porto Seguro, que responde por 94% das vendas. A seguradora Mapfre também opera, mas com participação menor (6%).

A sinistralidade, que ocorre quando o locatário deixa de pagar aluguel e a seguradora tem que fazer o pagamento, vem caindo. Em 2000, era de 64%, baixando para a 48,5% em 2009 e em 30,6% este ano.

Na avaliação de Castiglione, esse seguro ainda é pouco usado nos aluguéis, principalmente nos residenciais. Para ele, a principal vantagem do produto é o fim da procura por fiador, especialmente quando o locatário vai morar em uma cidade onde não conhece ninguém. A apólice também dá ao inquilino a garantia de reparos emergenciais ao imóvel e, ao proprietário, a eliminação do risco de "fiadores profissionais", além de garantir o recebimento do
aluguel durante todo o contrato de locação.

CNI: construção civil registra forte expansão em agosto

em: Provectum
 A construção civil registrou forte expansão em agosto e mantém o crescimento
 pelo sétimo mês consecutivo. Sondagem da Confederação Nacional da Indústria
 (CNI) mostra que o nível de aividade do setor ficou em 56 pontos no mês
 passado, em uma escala que varia de zero a 100.

 O crescimento foi maior entre as médias e grandes empresas, com 57 e 58,9
 pontos respectivamente. Na sondagem anterior, em julho, o crescimento era de
 54,8 e 57,4 pontos na mesma comparação. O indicador que aponta se o setor
 está aquecido situa-se em 55 pontos. Já no caso das pequenas empresas, o
 indicador caiu para 51,7 pontos contra os 52,4 pontos registrados em julho.

 A CNI também informou que a expectativa com relação aos próximos seis meses
 é positiva. A sondagem registrou 65,3 pontos no item que indica aumento do
 nível de atividade no período. Para os novos empreendimentos e serviços,
 foram registrados 63,1 pontos e para o aumento de compras de insumos e
 matérias primas, 64,2 pontos.

 Por nível de atividade, na comparação de julho com agosto, a construção de
 edifícios passou de 54,7 pontos para 55,1 pontos; as obras de
 infraestrutura, de 53,5 pontos para 53,9 pontos e os serviços especializados
 de 53 para 53,4 pontos.

em: Provectum

Provectum Imóveis participa do Salão Imobiliário de SP

em: Provectum
Começa nesta quarta-feira e vai até o dia 26, na Capital paulista, a Semana Imobiliária São Paulo, que nesta edição trará, além de ofertas de mais de 200 mil imóveis - no Brasil e no Exterior -, muitas opções para quem quer decorar, implementar projetos de paisagismo ou mesmo contratar serviços para condomínios. A expectativa é receber mais de 85 mil visitantes, em 40 mil metros quadrados de área de exposição. Mais de 8.500 pessoas já estão credenciadas.

Realizada no Pavilhão de Exposições do Anhembi, a Semana Imobiliária contará pela primeira vez com um estande da Provectum Imóveis, rede de imobiliárias de Campinas, que estará disponibilizando aos visitantes os imóveis de sua carteira para venda e locação nas cidades que integram a Região Metropolitana de Campinas (RMC).

“Esta é uma oportunidade única para a Provectum. Pela primeira vez estamos expandido nossa atuação, levando nossa carteira com milhares de imóveis para um público mais amplo, de todo o Estado de São Paulo e diversas regiões do País, oferecendo a eles a oportunidade de tomar contato com uma região rica como é a de Campinas”, destaca o diretor da Provectum Imóveis, Luis Bueno.

O Salão do Imóvel de São Paulo ofertará mais de 200 mil imóveis novos e usados, no Brasil e no Exterior, com valores que partem de R$ 150 mil até R$ 30 milhões. Mas a grande procura deverá se concentrar por imóveis de até R$ 300 mil, conforme pesquisa realizada com os pré-credenciados - 65% dos visitantes querem imóveis de até R$ R$ 300 mil e pouco mais de 10% desejam adquirir imóveis a partir desse valor.

"Outra informação interessante é que 47,5% dos credenciados vão ao SISP interessados em comprar um imóvel residencial para uso próprio. Desse total, quase 30% procura por imóveis de 2 e 3 dormitórios", comenta Marly Parra, Diretora de Feiras da Reed Exhibitions Alcantara Machado, promotora dos eventos.

Dados divulgados pelo Secovi-SP apontam que a maior contribuição para os resultados de vendas no segundo trimestre deste ano veio do segmento de dois dormitórios, com 3.002 unidades comercializadas de abril a junho, uma participação de 35,1%. Já as unidades de três dormitórios representaram 33,5% (2.865 moradias) do total vendido. Imóveis com quatro dormitórios registraram vendas de 19,4% (1.658 unidades).

Para tornar possível a compra do imóvel no próprio evento, o Salão terá a presença de bancos e de empresas de crédito imobiliário, como o HSBC, parceiro da Provectum.

Busca

Newsletter

Seu e-mail

Facebook

Twitter

Twitter Youtube Flickr Facebook