Imobiliária em Campinas

Quais são os revestimentos para piscinas mais usados?

em: Dicas

O verão é uma época que desperta em muitos o desejo de ter uma piscina em seu quintal. E na hora de fazer um orçamento, a escolha do revestimento é um dos itens mais importantes.

Nesse momento, é preciso ponderar uma série de questões: custo, durabilidade, resistência, manutenção e facilidade de limpeza. Conheça as vantagens e as desvantagens dos revestimentos mais comuns que há no mercado.

Azulejos
Eles são muito usados por terem um custo relativamente menor. Além disso, eles permitem uma grande variedade de tons e estilos. Sua instalação é simples, similar à sua aplicação em cozinhas ou banheiros.

Mas é preciso prestar atenção à qualidade de sua instalação: serviços mal executados são sujeitos a infiltrações e à deterioração dos materiais. E uma desvantagem deste tipo de revestimento é a formação frequente de limo nos rejuntes das peças, o que exige limpeza regular com escovas e sabão.

Cerâmicas
Peças cerâmicas proporcionam um acabamento muito elegante, podendo ser fosco, rústico ou esmaltado. Este material também apresenta grande variedade de tipos de peças e tonalidades, o que permite uma maior personalização de acordo com o gosto.

As cerâmicas não acumulam tanto limo quanto os azulejos. Sua desvantagem é seu maior custo. Pela sua maior qualidade, os preços também aumentam.

Pastilhas de vidro
Este material, por ser composto de pequenas peças, permite ótima flexibilidade, pois pode acompanhar as curvaturas do formato da piscina. Sua manutenção e limpeza é relativamente simples.

Contudo, elas exigem um bom instalador para que seu ajuste, acabamento e impermeabilização sejam bem executados. E seu custo não é dos mais baratos, tanto que muitos optam por aplicá-las apenas em partes de uma piscina.

Fibra de vidro
A fibra é um material com boa impermeabilização. Com ela, é mais difícil ocorrerem vazamentos ou infiltrações, o que lhe assegura uma boa durabilidade. Além disso, sua superfície lisa permite uma fácil limpeza e dificulta o acúmulo de fungos e bactérias.

Sua maior desvantagem é a exigência de uma instalação especializada. Por serem peças únicas, sua montagem exige cuidados especiais. Seu custo, portanto, merece estudo, pois seu preço menor pode ser perdido com o custo da instalação.

Vinílico
Os revestimentos vinílicos possuem vantagens interessantes: sua montagem é mais simples, feita a partir de uma estrutura de concreto ou alvenaria, e há grande variedade de padrões e de cores, permitindo uma ótima capacidade de personalização. Outro ponto positivo é sua impermeabilidade, o que lhe assegura boa durabilidade ao longo do tempo. É um material que merece ser levado em conta na hora de se preparar qualquer orçamento.

Pedras decorativas
Elas podem ser usadas para decorar uma parte do revestimento (nunca inteira, por serem ásperas e desconfortáveis ao tato), como uma parede lateral. Seu visual é muito bonito e elas contribuem para manter a temperatura da água mais fresca.

Sua desvantagem é seu custo e a dificuldade em se manter limpas as frestas entre as pedras, onde pode se acumular limo e outros resíduos.

Imagem: iStock

Comentários:

Busca

Newsletter

Seu e-mail

Arquivo

Twitter Youtube Flickr Facebook