Imobiliária em Campinas

Como organizar uma mudança de casa?

em: Dicas

Vai mudar de endereço? Então confira algumas dicas para facilitar a sua mudança de casa. Isso exige um bom planejamento, mas, com ordem, o que parece complicado se torna bem mais fácil!

1. Faça um check-list
O primeiro passo é listar todas as tarefas. Há uma infinidade de detalhes que precisam ser lembrados, mas com um bom bloco de notas e tudo colocado no papel, fica bem mais fácil lembrar de tudo. Depois, é só ir riscando as tarefas cumpridas.

2. Descarte objetos
O lado bom de uma mudança é que sempre são boas ocasiões para de desfazer de muita coisa desnecessária que vamos acumulando. Objetos guardados há anos e sem uso podem ser devidamente descartados ou doados.

Móveis, roupas, sapatos, aparelhos eletrônicos, perfumes, produtos de limpeza, remédios vencidos etc., podem ser descartados. Crie duas pilhas: a de objetos para jogar fora e a de objetos para doação.

3. Deixe o novo imóvel preparado
Antes de entrar com a mobília em um imóvel novo, o passo inicial é deixá-lo todo limpo. É muito mais fácil limpá-lo antes de ocupá-lo com objetos. Vale a pena fazer uma boa faxina no imóvel novo.

4. Informe a sua mudança de endereço
Trocar de casa significa alterar os seus dados de endereço em diversas empresas: concessionárias de água, luz, gás, telefonia, TV a cabo, planos de saúde, bancos etc. Vale a pena fazer uma lista de todas elas e fazer a alteração. Em muitos casos, isso pode ser feito, de modo simples, pela internet.

5. Alimentos perecíveis
É melhor não comprar alimentos que precisam ficar na geladeira durante os dias de uma mudança. É comum ficar sem a geladeira ou o freezer ligados nessa transição. E isso fará com que os alimentos se estraguem.

6. Separe objetos pessoais
Para facilitar a logística, separe uma maleta com os seus objetos pessoais e algumas mudas de roupa. Assim ficará mais fácil encontrar algumas peças de roupas e objetos de higiene pessoal durante a mudança.

7. Prepare os objetos
Nem todas as empresas de transporte se encarregam de empacotar os objetos para não danificá-los. Por isso, separe caixas de papelão, jornais, isopor, plástico bolha, fitas adesivas, canetas etc. para proteger os seus objetos.

8. A escolha da transportadora
Esta é a etapa que requer a maior atenção. É preciso contratar uma empresa de confiança, e que tenha boa reputação. Pesquise na internet sobre a fama das empresas que você está pesquisando. Verifique se há queixas em sites de reclamação.

E após negociar com uma empresa, deixe tudo documentado: detalhes do negócio, prazos, valores, comprovantes, bens que serão transportados etc. Faça um inventário dos objetos a transportar e registre o seu estado de conservação. Vale a pena se precaver.

9. Condomínios
Mudanças para condomínios requerem que seja conhecido, previamente, o seu regulamento interno. Por sinal, eles costumam limitar os horários para serviços de mudança (em geral, de segunda a sexta-feira, no horário comercial). É necessário combinar a data com o síndico, para deixá-lo avisado. Pode acontecer de ocorrer uma outra mudança no mesmo horário, e isso vai gerar transtornos a muita gente.

10. Anote os conteúdos das caixas
Para agilizar a sua mudança, anote nas caixas o que cada uma contém. Assim ficará mais fácil levá-las ao seu respectivo cômodo ao chegar à nova casa, facilitando o trabalho de organização de tudo.

Imagem: iStock

Comentários:

Busca

Newsletter

Seu e-mail

Arquivo

Twitter Youtube Flickr Facebook